quarta-feira, outubro 28, 2009

Há lugar para mim?

Demasiado cristão para os pagãos
Demasiado pagão para os cristãos

Demasiado pop para o hardcore
Demasiado hardcore para a pop

Demasiado Africano para os Europeus
Demasiado Europeu para os americanos

Demasiado culto para os incultos
Demasiado inculto para os cultos

Demasiado calminho para os mais agitados
Demasiado agitado para os mais calminhos

Demasiado femenino para os machões
Demasiado masculino para as femeas

Demasiado conservador para os liberais
Demasiado liberal para os conservadores

Demasiado vanguardista para os puristas
Demasiado purista para os vanguardistas

Demasiado gordo para os magros
Demasiado magro para os gordos

Denasiado falador para os mais calados
Demasiado calado para os mais faladores

Demasiado comercial para os alternativos
Demasiado alternativo para os comerciais

Demasiado complexo para os simples
Demasiado simples para os complexos

2 comentários:

Lizzie disse...

Ser humano nunca é demasiado. : )

Acho que me fiz entender.

tijoalca disse...

é verdade, cada pessoa compara-se ao outros e acabamos sempre no dilema de que somos alguma coisa para uns e outra diferente para outros, agora imagina toda a gente a fazer isto e temos que ninguém sabe bem o que é, sabe apenas que está a caminhar para alguma coisa..."mas isso já não é saber quem somos??" é, mas não como gostávamos que fosse...